BIMOR no X Congresso Espírito Santende de Educação Física

Entre os dia 22 e 25 de junho acontecerá o X Congresso Espírito Santense de Educação Física no Centro de Educação Física e Desportos da UFES. O BIMOR marcará presença com a apresentação de dois seminários temáticos e duas comunicações orais.

Seminários temáticos:

Avaliação Postural por Fotogrametria

  • ministrantes: Karine Sarro e Vanessa Lyrio
  • ementa: Tendo como base os princípios da análise cinemática de movimentos, introduz um método quantitativo para avaliação da postura a partir de mensurações realizadas em fotografias

A biomecânica como ferramenta de análise do desempenho do atleta: métodos e exemplos de aplicação

  • ministrantes: Bernardo Pereira e Karine Sarro
  • ementa: Introduz a biomecânica, suas áreas de atuação e métodos de investigação, mostrando sua aplicabilidade na análise do desempenho de atletas em diferentes esportes

Comunicações orais:

Construção e avaliação de um calibrador para análise cinemática bidimensional

autores: Vinicius Nunes; Jeniffer Lubiana Campos; Renata Silva Jorge; Bernardo Maia Farage Pereira; Karine Jacon Sarro

A cinemetria é uma metodologia biomecânica que utiliza imagens de vídeo para obtenção de variáveis utilizadas na análise do movimento. Esse método é bastante utilizado para avaliar o desempenho de atletas em diferentes níveis e esportes, como futebol, rúgbi em cadeira de rodas, atletismo, natação, dentre outros, fornecendo informações importantes para treinadores, técnicos e atletas. Para que a quantificação de variáveis cinemáticas seja possível a partir de imagens de vídeo, essas devem ser calibradas e o uso de instrumentos de calibração e métodos adequados estão diretmente relacionados com a confiabilidade dos resultados. Este trabalho estudo teve por objetivo construir e avaliar um calibrador a ser usado com o método DLT para análise cinemática bidimensional. Apresenta as características do instrumento de calibração desenvolvido e os resultados de testes realizados para verificar sua acurácia.


Caracterização cinesiológica do membro superior em exercícios educativos para a parada de mãos nas barras paralelas simétricas na ginástica artística: uma análise qualitativa

autores: Deonato Feltz Júnior; Elaine Dalman Milagre; Karine Sarro

A ginástica artística, caracterizada pela beleza e dificuldade na execução dos movimentos, exige dos seus praticantes extrema flexibilidade, força e equilíbrio. Para isso, existem exercícios educativos que pouco a pouco vão conferindo a competência necessária para a execução do movimento. A progressão pedagógica visa a preparação da musculatura capacitando o indivíduo a executar o movimento perfeitamente. A análise cinesiológica qualitativa é um valioso instrumento, pois permite-nos identificar erros na execução de movimentos e a musculatura que necessita ser trabalhada para ganho de força e/ou flexibilidade. Tendo por base a análise cinesiológica qualitativa, este trabalho visa descrever a exigência muscular nos exercícios educativos para a execução da parada de mão nas barras paralelas simétricas. Nesse sentido, esses conhecimentos tornam-se úteis para o entendimento da evolução do movimento durante a progressão pedagógica, visando o desenvolvimento das competências necessárias para a execução correta do movimento.

Para conferir as apresentações e ter acesso aos trabalhos completos não deixem de participar do X Congresso Espírito Santense de Educação Física!

E parabéns à equipe do BIMOR! Bom trabalho!

Experiências com o centro de gravidade

Todos os corpos sobre a Terra sofrem a ação da gravidade. É a gravidade que determina, por exemplo, o peso corporal. Apesar da gravidade atingir toda a massa que forma um corpo, existe um ponto ao redor do qual o peso corporal se equilibra igualmente em todas as direções, não importanto a posição em que o corpo se encontra: é o centro de gravidade. No corpo humano, a posição do centro de gravidade coincide com a posição de um outro ponto, o centro de massa. Também chamado de centróide de massa, é o ponto ao redor do qual a massa corporal se equilibra. A posição do centro de massa determina, dentre outras coisas, o equilíbrio. A estabilidade de um corpo em equilíbrio depende  da posição da linha de ação do peso corporal (que passa pelo centro de massa) em relação à base de sustentação (ou base de apoio), do peso corporal, e da altura do centro de gravidade em relação à base. Portanto, quanto maior a base de sustentação, quanto mais próximo do chão estiver o centro de gravidade e quanto maior for o peso corporal, mais estável será a posição.

Podemos tomar como exemplo o sumô. Nessa luta japonesa, o objetivo é fazer com que o adversário toque o chão com qualquer parte do corpo que não seja os pés ou jogá-lo para fora do ringue. Os atletas precisam ter uma boa estabilidade e quilíbrio para serem bem sucedidos e, além de contar com o aumento do peso corporal, aumentam a base de sustentação e aproximam o centro de gravidade de chão a partir do afastamento dos membros inferiores e flexão dos joelhos.

O centro de gravidade é um conceito, e não um ponto material. Por isso às vezes é difícil imaginar que ele possa mudar de lugar e estar até mesmo fora do corpo.

Mas podemos vivenciar a relação entre a mudança de posição do centro de massa e o equilíbrio a partir de algumas experiências. Veja algumas sugestões nos vídeos abaixo.

Alguém tem mais alguma sugestão? Compartilhem suas experiências!

Video game para avaliar equilíbrio?

Plataforma do Wii Fit

Na era da tecnologia, o video game vem sendo usado até mesmo em clínicas de fisioterapia. O  Nintendo Wii , que possui sensores para captar os movimentos dos jogadores, vem sendo cada vez mais utilizado para tornar as sessões de reabilitação  mais divertidas. Os mais utilizados são o Wii Sports, que simula gestos esportivos como tênis e golfe, e o Wii Fit, que possui uma plataforma que capta o equilíbrio da pessoa que está sobre ela (Para saber mais acesse: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/videogame-wii-poe-diversao-fisioterapia-480541.shtml).

Plataforma de força

O equilíbrio de uma pessoa na posição em pé depende da posição do seu centro de gravidade em relação a base de sustentação. Existem vários métodos para acessar o equilíbrio, sendo a medida da trajetória do centro de pressão bastante utilizada.  Essa medida é normalmente realizada por um instrumento chamado plataforma de força. A plataforma de força consiste em duas superfícies rígidas interligadas por sensores de força, tendo um custo bastante elevado. Para solucionar esse problema, um grupo de pesquisadores australianos resolveu testar a validade do Wii Fit para medir o equilíbrio, já que tem custo bem menor que uma plataforma de força. O trabalho tem algumas limitações, mas vale a pena conferir seus resultados.

Veja o resumo do artigo:

_______________________________________________

Gait & Posture 31 (2010) 307–310

Validity and reliability of the Nintendo Wii Balance Board for assessment of standing balance (Validade e confiabilidade da plataforma do Nintendo Wii para acessar o equilíbrio)

Ross A. Clark, Adam L. Bryant, Yonghao Pua, Paul McCrory, Kim Bennell, Michael Hunt

O comprometimento do equilíbrio na posição em pé tem efeito negativo na habilidade funcional de uma pessoa e aumenta seu risco de sofrer uma queda. Atualmente não há nenhum sistema validado que quantifique precisamente o centro de pressão (COP), um importante componente do equilíbrio em pé, que seja de baixo custo, portátil e amplamente disponível. A plataforma do video game Wii Fit se enquadra nesse critério, e nós examinamos sua validade em comparação com um método considerado padrão ouro (gold standard) – uma plataforma de força. Trinta sujeitos sem alterações patológicas nos membros inferiores realizaram testes de equilíbrio com apoio uni e bipodal com olhos fechados e abertos em duas ocasiões separadas. Os dados do Wii Fit foram adquiridos utilizando um laptop. A confiabilidade dos testes para o deslocamento do centro de pressão para cada um dos dispositivos testados, incluindo a comparação entre os dados do Wii Fit e da plataforma de força, foi verificada pelo coeficiente de correlação intraclasse (ICC), pelo método de Bland-Altman e pelo método da mínima alteração detectável (MDC). Ambos dispositivos exibiram resultados bons a excelentes do deslocamento do centro de pressão nos testes comparando as repetições do mesmo dispositivo (ICC = 0,66-0,94) e nos testes comparando os diferentes dispositivos (ICC = 0,77-0,89) em todos os protocolos testados. Os gráficos obtidos pelo método de Bland-Altman não revelaram relação entre a diferença e o valor médio obtido nos testes, entretanto os valores obtidos pelo método MDC para o Wii Fit excederam aqueles obtidos pela plataforma de força em três dos quatro testes realizados. Estes resultados sugerem que o Wii Fit é uma ferramenta válida para medir o equilíbrio na posição em pé. Visto que o Wii Fit é portátil, facilmente encontrado e uma fração do custo de uma plataforma de força, ele poderia ser uma alternativa para profissionais da saúde terem acesso à avaliação do equilíbrio em suas clínicas ou consultórios.

_______________________________________________

O que acham? Vale a pena comprar um Wii Fit para o laboratório de biomecânica ou não?